Lei de Acesso à Informação
Busca

EDITAIS - CONCURSOS

EDITAL DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS MORFOLÓGICAS
24/10/2008 a 24/11/2008

EDITAL DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS MORFOLÓGICAS
INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS - PRIMEIRO SEMESTRE DE 2009

Este Edital estabelece as normas e procedimentos para a seleção de candidatos(as) ao Programa de Mestrado da Pós-Graduação em Ciências Morfológicas para o primeiro semestre de 2009.

Da Titulação a Ser Obtida
Mestre em Ciências Morfológicas.

Item 1 – Das Inscrições
As inscrições para o processo de seleção de candidato(s) ao mestrado estarão abertas no período de 24 de outubro a 24 de novembro de 2008, no horário das 9 horas às 16 horas, somente em dias úteis (de segunda-feira à sexta-feira), na secretaria do Programa de Pós-Graduação em Ciências Morfológicas (PCM), localizada no Bloco K – 2o andar – sala 27 – Prédio  do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Os candidatos deverão apresentar, no ato da inscrição, os seguintes documentos: A falta de um dos documentos abaixo implica em recusa da inscrição.

- 1 cópia do diploma de graduação autenticado ou certificado de conclusão de curso de graduação.
- Ficha de inscrição conforme modelo padrão, preenchida e assinada pelo candidato e pelo orientador, onde constará sua área específica. Esta ficha de inscrição poderá ser obtida na secretaria do PCM.
- Declaração de aceite de orientador credenciado pela Pós-Graduação em Ciências Morfológicas.
- Curriculum vitae.
- Histórico escolar.
- Memorial.
- 2 fotos 3 x 4


Observações:
- Candidatos(as) que não puderem comparecer pessoalmente à Secretaria do PCM, poderão se inscrever por procuração ou por correspondência. As inscrições feitas por correspondência terão validade desde que postadas entre 24/10 a 24/11/2008. A comprovação da data da postagem será o carimbo do correio.
- A inscrição é gratuita.
- Áreas específicas da Pós-Graduação em Ciências Morfológicas: Anatomia, Patologia Geral, Biologia do Desenvolvimento, Biologia Celular, Biologia Tecidual.  e Neurociência Básico-Clínica. Os programas de cada área específica estarão à disposição dos candidatos para consulta na secretaria do Programa de Pós-Graduação em Ciências Morfológicas (Anexo I deste Edital).
- Ficha de inscrição e programas também estarão à disposição na página do PCM na internet (
http://www.icb.ufrj.br).

Item 2 – Da Avaliação de Candidatos(as)

A seleção dos candidato(s) será feita em 03 (três) etapas distintas. Todas as etapas são obrigatórias e de caráter eliminatório:

Primeira Etapa – O(a) candidato(a) deverá responder presencialmente a uma prova escrita com interpretação de um artigo científico na área específica de escolha do candidato e com perguntas baseadas no programa dessa mesma área. Esta prova tem como objetivo avaliar o nível de conhecimento teórico-metodológico do(a) candidato(a). Esta Etapa será realizada no dia 02 de dezembro de 2008, com início previsto para  9:00 horas e término às 13:00 horas, na sede do PCM. O resultado desta Etapa será afixado no Quadro de Avisos do PCM no dia 08 de dezembro de 2008.

Segunda Etapa – No mesmo dia 02 de dezembro de 2008, e na mesma ocasião da realização do exame acima indicado, o resumo em inglês do artigo escolhido deverá ser traduzido pelo candidato. A Comissão de Seleção avaliará este exame, como parte do processo de seleção. O objetivo é demonstrar conhecimento mínimo do inglês , compreensão da literatura  de uso comum na área das ciências morfológicas. Esta etapa tem caráter eliminatório. Nota inferior a sete eliminará o candidato.

Terceira Etapa – O(a) candidato(a) deverá se apresentar à comissão de Seleção para prova oral sobre pontos constantes no programa da área específica de escolha do candidato, sobre o seu memorial e sobre o seu curriculum vitae. A arguição oral tem como objetivo aprofundar a avaliação do nível de conhecimento teórico-metodológico do(a) candidato(a). Esta Etapa será realizada nos dias 09 e 10  de dezembro de 2008. O resultado desta Etapa será afixado no Quadro de Avisos do PCM no dia 15 de dezembro de 2008, junto com o resultado final.

Item 3 – Da Avaliação

A cada etapa do processo de seleção será atribuída uma nota de 0 (zero) a 10 (dez), sendo 07 (sete) a nota mínima a ser obtida para aprovação. Somente as notas obtidas na primeira e terceira etapas serão consideradas para cálculo da nota final. Para fins de classificação e seleção, as notas serão ponderadas de seguinte forma: 1a Etapa: 40%, 3 a Etapa: 60%.

 Nota Final =  4,0 x nota na 1a Etapa + 6,0 x nota na 3a Etapa
______________________________________
      10

Observação: Para eventuais desempates, será considerada a nota recebida na Terceira  Etapa.

Item 4 – Do Resultado Final
 
A lista contendo o nome dos(as) selecionados(as), por ordem de classificação, será afixada no Quadro de Avisos do PCM, no dia 15 de dezembro de 2008. A data limite de ingresso no curso obedecerá ao calendário acadêmico da Pós-Graduação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, aprovado pela Reitoria para o ano de 2009. Não há previsão de número de bolsas disponíveis

Item 5 – Das Disposições Finais

Ao inscrever-se na Seleção, o(a) candidato(a) reconhece a aceitação das normas estabelecidas neste Edital.

Os casos omissos ou duvidosos serão julgados pela Comissão de Seleção.

Rio de Janeiro, 15 de setembro de 2008.
Anexo I

Programas das 6 (seis ) Áreas Específicas do Mestrado em Ciências Morfológicas:
Anatomia, Patologia Geral , Biologia Celular, Biologia do Desenvolvimento,  Biologia Tecidual, Neurociência Básico-Clínica


Anatomia – Tórax: anatomia de superfície, caixa torácica, trato respiratório inferior, mediastino. Abdome: anatomia de superfície, parede abdominal, cavidade peritonial, trato gastrointestinal, anexos, trato urinário, órgãos genitais, pelve. Membros superior e inferior: anatomia de superfície, ossos e articulações, vasculatura, nervos. Cabeça e pescoço: anatomia de superfície, cavidade orofaríngea, vasculatura, crânio, encéfalo e nervos cranianos , coluna vertebral e medula espinhal, órgãos dos sentidos. Técnicas de observação. Métodos modernos de imageamento.

Patologia Geral – Alterações Adaptativas Celulares, Envelhecimento celular, Necroses e Degenerações, Apoptose, Distúrbios Circulatórios, Inflamação Aguda, Inflamação Crônica Inespecífica e Granulomatosa, Reparo e Regeneração, Neoplasias Benignas, Neoplasias Malignas, Carcinogênese.

Biologia Celular – Membrana Plasmática e Membranas Intracelulares, Sintese e Endereçamento de Proteínas, Tráfego Intracelular de Vesículas, Núcleo, Vias de Sinalização Celular, Citoesqueleto e Movimento Celular, Mitocôndrias, Ciclo Celular, Morte Celular Programada, Adesões e Junções Celulares, Comunicação Celular, Matriz Extra-Celular, Diferenciação Celular.

Biologia do Desenvolvimento - Princípios Anatômicos, Experimentais e Genéticos para o Estudo da Biologia do Desenvolvimento, Comunicação Celular Durante o Desenvolvimento, Fertilização, Clivagem e o Papel da Mensagem Maternal no Estabelecimentos de Eixos, Especificação Genética dos Eixos Dorso-Ventral e Antero-Posterior em Dorsophila e Vertebrados, Gastrulação e a Especificação do Ectoderma, do Mesoderma e Endoderma, Especificação e Regionalização da Crista Neural, Embriologia Evolutiva.

Biologia Tecidual – Técnicas Histológicas Básicas, Epitélio e Glândulas, Tecido Conjuntivo e Adiposo, Cartilagem, Osso e Osteogênese, Sangue e Hematopoiese, Tecido Muscular, Tecido Nervoso, Sistema Nervoso e Sentidos Especiais, Sistema Imunológico, Sistema Tegumentar, Sistema Circulatório, Sistema Respiratório, Sistema Urinário, Sistema Digestório e Glândulas Digestórias, Sistema Endócrino, Sistema Reprodutor Feminino, Sistema Reprodutor Masculino.

Neurociência Básico-Clínica – Desenvolvimento do Sistema Nervoso, Organização Morfofuncional do Sistema Nervoso, Sistemas Sensoriais, Sistemas Motores, SNA, Sistemas de Controle Orgânico, Interações Neuroendócrinas, Degeneração e Regeneração do Sistema Nervoso, Neoplasias, Doenças Neurodegenerativas,  AVC.



Patentes da UFRJ - Encontre aqui as tecnologias disponíveis, patentes requeridas e concedidas, registros de software e outras formas de Proriedade Intelectual administradas pela Agência UFRJ de Inovação.
PORTAL DE EVENTOS - Esta ferramenta de Integração à Comunicação da UFRJ e tem o propósito de dar visibilidade às atividades Institucionais, Acadêmicas, Científicas e Culturais. CADASTRE AQUI SEU EVENTO
UFRJ Notícias - Boletim semanal com informações de interesse geral sobre a UFRJ, voltado para todos os públicos. Produzido pela Assessoria de Imprensa do Gabinete do Reitor, funciona também como divulgador de pautas para a imprensa.
Agência UFRJ de Inovação Tecnológica - A Agência UFRJ de Inovação é responsável por Gerenciar a política de inovação bem como sua difusão e aplicações no âmbito da UFRJ.
Cartas de Serviços dos Hospitais Universitários - Você poderá conhecer o conteúdo de cada Carta de Serviços ao Cidadão com as devidas orientações de participação e manifestação.
Super AFSede - CoordCOM: A Superintendência Geral de Atividades Fora da Sede foi criada para atender à política de ampliação da oferta de vagas e da necessidade de interiorização dos cursos no âmbito da UFRJ
Campus UFRJ - Xerém:  presença da UFRJ na produção de conhecimento e no crescimento do município de Duque de Caxias e da região da Baixada Fluminense.
CRIAR: tem como missão identificar, estimular e promover iniciativas inovadoras de unidades acadêmicas e órgãos suplementares da UFRJ, além de constituir-se num elemento de interface para o relacionamento e transferência dessas iniciativas para os demais agentes do desenvolvimento econômico e social, públicos e privados.
Monitoramento de trânsito: Verifique o trânsito nas saídas da Cidade Universitária pelas câmeras pela Prefeitura da UFRJ - CET-Fundão.
Superintendência Geral de Comunicação Social da UFRJ:  atua como mecanismo comunicacional integrador da universidade com as suas unidades acadêmicas e com a sociedade em geral.
Campus UFRJ-Macaé:  presença da UFRJ na produção de conhecimento e no crescimento do município de Macaé e da região do Norte Fluminense.
WebTV UFRJ:  veículo da Superintendência Geral de Comunicação Social da UFRJ, orientado para a produção de videojornalismo e produtos audiovisuais especiais.
SUPEREST - Superintendência Geral de Políticas Estudantis: tem por objetivo constituir-se numa estrutura pedagógico-administrativa vinculada ao Gabinete do Reitor, voltada ao planejamento, coordenação, acompanhamento e avaliação dos programas e ações direcionados à comunidade discente.
Imagem UFRJ: banco de imagens da Superintendência Geral de Comunicação Social da UFRJ.
Superintendência de Tecnologia da Informação e Comunicação da UFRJ: é vinculada à Pró-reitora de Gestão e Governança (PR-6).